Avaliação Nutricional, importante conhecer.

Antes de redefinir hábitos de vida e de saúde, consulte o médico para orientar uma avaliação abrangente e adequada.

Lembre-se sempre desta equação:

INTENÇÕES   –   AÇÕES   =   ZERO

O QUE É AVALIAÇÃO NUTRICIONAL

A avaliação nutricional é um abrangente processo para diagnosticar as condições nutricionais de uma pessoa.

Na avaliação nutricional são considerados dados objetivos como histórico médico, exames físicos, laboratoriais (bioquímicos) e medidas antropométricas.

Além de dados subjetivos ligados à alimentação, ingestão de nutrientes, atividade física, histórico social e estilo de vida.

Com esses dados já analisados se determina o estado nutricional do indivíduo que é em síntese o resultado da ingestão, absorção e uso de nutrientes pelo organismo.

ESTADO NUTRICIONAL

Mais especificamente, o estado nutricional é o resultado do equilíbrio entre:

  • Ingestão de alimentos: Quantidade e variedade de nutrientes.
  • Gasto calórico (energético): necessidade de energia do organismo.
  • Além da capacidade de aproveitamento desses nutrientes pelo organismo.

Fatores emocionais, econômicos, culturais, comportamento alimentar, hábitos de exercícios físicos e doenças influenciam o resultado do estado nutricional.

IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL PARA MANTER A SAÚDE

A avaliação nutricional é importante instrumento de acompanhamento da saúde e de prevenção de doenças em todas as fases da vida de uma pessoa.

De acordo com o propósito da avaliação nutricional, faixa etária e situação do paciente, podemos identificar:

  • Complicações médicas que afetam o estado nutricional.
  • Tendência para o aumento de peso.
  • Hábitos alimentares que dificultam a manutenção da saúde ou geram riscos de doenças crônicas.
  • Carência de nutrientes.

E ainda planejar e orientar ações para melhoria da Saúde, através de:

  • O cálculo das necessidades de nutrientes e energia.
  • Elaboração de plano alimentar individualizado.
  • Cardápio e lista de substituição condizente com a situação da pessoa.
  • Sugerir mudanças de comportamento que promova a melhora do estado nutricional.

COMO FAZER AVALIAÇÃO NUTRICIONAL

Existem muitas maneiras de se conduzir uma avaliação nutricional, a ordem de execução pode variar, o importante é abranger aspectos e procedimentos, como:

A – Anamnese nutricional e clínica.

B – Exame físico para identificar distúrbios nutricionais através de avaliação clínica.

C – Antropometria para confrontar as medidas antropométricas com os protocolos adequados ao perfil do paciente.

D – Análise dos exames laboratoriais (bioquímicos).

E – Avaliação da composição corporal com os dados antropométricos e bioquímicos.

O conjunto da análise de cada um desses procedimentos permite gerar como resultado, a avaliação nutricional de uma pessoa.

Para o objetivo de avaliação nutricional os exames mais frequentemente analisados são:

  • Proteínas: realizado por meio de dosagem sérica (quantidade da substância no sangue) albumina, etc.
  • Vitaminas, minerais e oligoementos (microminerais): Antes mesmo dos sinais clínicos, a análise das dosagens bioquímicas podem diagnosticar riscos para anemia e deficiências de zinco plasmático, de vitaminas C, D e do complexo B, Fósforo, Cálcio, etc.
  • Colesterol (perfil lipídico): para avaliação de riscos cardiovasculares analisar Colesterol total, LDL-C, HDL-C e Triglicerídeos
  • Glicemia e insulina (metabolismo glicídico): para identificar intolerância a glicose e risco de diabetes.

Todos os métodos possuem indicações específicas e limitações, cabe ao profissional escolher o método mais adequado às características e condições de saúde do paciente.

Previna-se. Antes de inciar sua mudança de hábitos, agende sua consulta e esclareça suas dúvidas.

Fechar Menu

Pin It on Pinterest