Climatério e Menopausa

Qual a diferença entre Climatério e Menopausa

Entende-se por Climatério a fase feminina em que se inicia a redução lenta e gradativa da capacidade reprodutiva. Divide-se, didaticamente em Climatério pré e pós-menopáusico. Um conjunto de sintomas podem surgir um pouco antes ou depois da menopausa, causados, principalmente, pelas variações hormonais típicas desse período. Menopausa é o período que vem logo após a última menstruação espontânea de uma mulher e, nele, são encerrados dois ciclos simultaneamente: o menstrual e o ovulatório. Os sintomas desta fase podem ser muito intensos, passíveis de orientação e tratamento médico.

O que é menopausa

A menopausa não é uma doença, mas o ponto da vida de uma mulher em que ela não é mais fértil, e os períodos menstruais cessaram. Durante esse período, a ovulação para e os hormônios estrogênio diminuem. A menopausa pode ser acompanhada por sintomas físicos em algumas mulheres, como ondas de calor ou suores noturnos. A menopausa é o momento em que uma mulher não menstrua há 12 meses. A perimenopausa é o período que antecede a menopausa, e os sintomas da transição podem levar de dois a dez anos. A menopausa pode ser vista como um começo positivo de uma nova fase da vida, com oportunidades de ações preventivas contra os principais riscos à saúde.

Causas da menopausa

A idade é o fator mais comum que influencia a menopausa. Os ovários perdem gradualmente sua capacidade de produzir hormônios e ovular com o avanço da idade. Existem outras causas da menopausa, uma vez que algumas cirurgias e tratamentos médicos podem induzir a menopausa. Essas causas incluem a remoção dos ovários, quimioterapia para câncer e radioterapia na pelve.

Quando o útero é removido (histerectomia) sem remover os ovários em uma mulher na pré-menopausa, os períodos menstruais não podem ocorrer, mas as alterações hormonais características da menopausa não ocorrerão.

Quando a menopausa começa

A idade média para a menopausa natural é de 51 anos, mas pode ocorrer mais cedo ou mais tarde. Raramente, as mulheres podem chegar à menopausa aos 40 ou aos 60 anos de idade. Mulheres que fumam cigarros tendem a ter menopausa mais precoce do que mulheres que não fumam. Não há como prever com antecedência exatamente quando uma mulher em particular chegará à menopausa. A menopausa é confirmada quando uma mulher não menstrua há 12 meses consecutivos.

Sintomas da menopausa

Nos meses ou anos que antecederam a menopausa (perimenopausa), você pode sentir estes sinais e sintomas:
– Períodos irregulares
– Secura vaginal
– Ondas de calor
– Arrepios
– Suor noturno
– Problemas de sono
– Mudanca de humor
– Ganho de peso e metabolismo lento
– Queda de cabelo e pele seca
– Perda da plenitude dos seios
Os sintomas, incluindo alterações na menstruação, são diferentes para cada mulher. Muito provavelmente, você experimentará alguma irregularidade em seus períodos antes que eles terminem.

Ignorar períodos durante a perimenopausa é comum e esperado. Frequentemente, os períodos menstruais pulam um mês e retornam, ou pulam vários meses e, em seguida, iniciam os ciclos mensais novamente por alguns meses. Os períodos também tendem a ocorrer em ciclos mais curtos, portanto, eles estão mais próximos. Apesar de períodos irregulares, a gravidez é possível. Se você pulou um período, mas não tem certeza de que iniciou a transição da menopausa, considere um teste de gravidez.

Quanto tempo dura a menopausa

O início da perimenopausa até a menopausa geralmente dura de dois a oito anos. Algumas mulheres passam pela transição mais rapidamente que outras.

Quando consultar um médico

Mantenha visitas regulares ao seu médico para obter cuidados de saúde preventivos e quaisquer preocupações médicas. Continue recebendo essas consultas durante e após a menopausa.

Os cuidados de saúde preventivos com a idade podem incluir testes de triagem de saúde recomendados, como colonoscopia, mamografia e triagem de triglicerídeos. O seu médico também pode recomendar outros testes e exames, incluindo testes de tireóide, se sugeridos por sua história, e exames de mama e pélvicos.

Sempre procure aconselhamento médico se você tiver sangramento da vagina após a menopausa.

Lembrete importante: Esta informação destina-se apenas a fornecer orientação, não um conselho médico definitivo. Por favor, consulte o médico Dr. Ricardo Silveira sobre sua condição específica. Somente um ginecologista certificado, treinado e experiente, pode determinar um diagnóstico preciso e tratamento adequado.

Fechar Menu

Pin It on Pinterest