Implante subdérmico (IMPLANON), endoceptivo (MIRENA), DIUs

Implantes subdérmicos (IMPLANON) são considerados um dos métodos mais seguros e eficazes. Usuárias deste implante estão plenamente seguras, quanto à contracepção, por 3 anos de uso. Endoceptivos MIRENA e Dispositivos Intra Uterinos também completam esta lista de opções. Converse sobre estes métodos e verifique se você tem indicação para o uso.

Esse dispositivo intrauterino é um método contraceptivo usado por mulheres que não desejam engravidar e tem um dos menores índices de falha. É formado por uma pequena haste, normalmente no formato das letras T ou Y, que é colocada dentro do útero.

Como funciona o DIU

A haste do DIU fica por um tempo dentro do corpo da mulher (que varia de 5 a 10 anos) e libera substâncias que tornam o útero um local hostil para o espermatozoide, impedindo que ele fecunde o óvulo. Assim, impede a gravidez indesejada.

Quando se coloca o DIU

O DIU pode ser inserido em qualquer momento do ciclo menstrual, contanto que se tenha certeza de que a paciente não esteja grávida. No entanto, é comum que ele seja colocado na época da menstruação, já que nesse período o colo do útero fica um pouco mais dilatado, facilitando a inserção. A sua eficácia é imediata, independentemente do período do ciclo menstrual.

Quem pode usar DIU

A maioria das mulheres saudáveis pode usar um DIU. Eles são especialmente adequados para mulheres com um parceiro e com baixo risco de contrair uma DST . O DIU não protege contra doenças sexualmente transmissíveis . Você não deve usar um se:
– Você tem uma DST ou teve uma infecção pélvica recente.
– Você está grávida.
– Você tem câncer de colo do útero ou útero.
– Você tem sangramento vaginal inexplicável.
O DIU hormonal é considerado seguro, a menos que você tenha doença hepática , câncer de mama ou esteja em alto risco de câncer de mama.
Em casos raros, o tamanho ou a forma do seu útero pode dificultar a colocação do DIU.

Benefícios do DIUS

– Eles duram um longo tempo.
– Eles são principalmente sem complicações. Depois de inserir um, você não precisa pensar sobre isso, nem seu parceiro.
– É um custo, adiantado.
– Eles são seguros de usar se você estiver amamentando.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais deste método contraceptivo incluem:

– Dores ou contrações uterinas, mais frequentes nas mulheres que nunca tiveram filhos.
– Pequena hemorragia logo após a colocação do DIU.
– Desmaio.
– Corrimento vaginal.

Quando ir ao médico

É importante que a mulher fique atenta e vá ao médico caso não sinta ou veja os fios guias do DIU, surjam sintomas como febre ou calafrios, seja percebido inchaço na região genital ou a mulher sinta cólicas abdominais fortes. Além disso, é recomendado ir ao médico caso haja aumento do fluxo vaginal, sangramentos fora do período menstrual ou sinta dor ou sangramento durante as relações sexuais.

Caso surja algum destes sinais é importante consultar o ginecologista para avaliar o posicionamento do DIU e tomar as medidas necessárias.

Lembrete importante: Esta informação destina-se apenas a fornecer orientação, não um conselho médico definitivo. Por favor, consulte o médico Dr. Ricardo Silveira sobre sua condição específica. Somente um ginecologista certificado, treinado e experiente, pode determinar um diagnóstico preciso e tratamento adequado.

Fechar Menu
Fale no WhatsApp

Pin It on Pinterest